sexta-feira, 13 de abril de 2012

O dia se faz de desejo e saudade


A Aurora tem desejo do Meio-dia que tem saudade da Aurora
O Meio-dia tem desejo do Crepúsculo que tem saudade do Meio-dia
O Crepúsculo tem desejo da Noite-turva que tem saudade do Crepúsculo
A Noite-turva tem desejo da Aurora que tem saudade da Noite-turva.


3 comentários:

  1. É o tempo não para! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo...
    Mario Quintana

    ResponderExcluir
  2. Se a saudade faz o tempo parar, então estou com sintomas de saudade..rsrs

    ResponderExcluir
  3. "Saudade não tem forma nem cor; não tem cheiro nem sabor.
    Fala-se nela, mas não se vê; só pensa nela quem acredita.
    Ela é parte da ausência; ela é parte do amor; ela tem realidade, mas quem a tem sente dor, uma dor miudinha, que cresce no coração, e que nunca vem sozinha, acompanha a solidão".(Autor desconhecido)
    Gosto deste poema pois ele consegue definir claramente o que é ter/sentir Saudade.

    ResponderExcluir