terça-feira, 20 de março de 2012

Névoa: gotículas ou versos diminutos

A chuva também faz poesia serena.
Ela dispersa versos diminutos no ar,
Fazendo deslizar sobre a terra
Uma névoa que lhe acaricia as envergaduras convexas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário