segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

A igreja não é o Plano A; o reino de Deus é o Plano A!



"Certa vez Alfred Loisy observou, de forma celebre, que os apóstolos 'esperavam que o Reino de Deus viria', mas 'o que veio foi a Igreja'. Vamos tratar a declaração de Loisy como uma regra. A chegada da igreja é uma surpresa, ou o que Derrida chamaria de um evento, ou seja, algo que não se vê chegando. Os primeiros seguidores do Caminho estavam esperando um evento, um evento que pusesse fim a todos os eventos, mas acabaram se deparando com outra realidade, realmente decepcionante, um reducionismo do que esperavam, algo com que deveriam se ocupar até a vinda do reino, cuja chegada foi inesperadamente adiada.  O ‘abade’ Loisy, que era um ex-padre, estava sendo cínico, mas ele fez uma excelente colocação. A igreja é o Plano B. (Em matéria de desconstrução, tudo é Plano B)".


 [John D. Caputo. What would Jesus deconstruct. Grand Rapids: Baker Academic, 2007].

The church is not Plan A; the kingdom is Plan A.

"The apostles “had hoped that the Kingdom of God would come,” Alfred Loisy once famously remarked, but “what came was the Church.” (16) Let us call that statement Loisy’s law. The arrival of the church is a surprise—or what Derrida would call an event, meaning something we do not see coming. The first followers of the Way were expecting one event, an event to end all events, but they got another, which really was a disappointment, a retrenchment, a make do until the arrival of the kingdom, whose arrival has been unexpectedly delayed. "Abbe" Loisy, who was an ex-priest, was being cynical, but he makes a good point. The church is Plan B. (In deconstruction, everything is Plan B.)" 


[John D. Caputo. What would Jesus deconstruct. Grand Rapids: Baker Academic, 2007].

Nenhum comentário:

Postar um comentário